Dois homens são condenados pela morte de médico e filho em Mutum

AddThis Social Bookmark Button
Recomendado para você:

Dois acusados dos homicídios do médico cardiologista Fernando da Cruz, 57 anos, e do filho dele Fernando Henrique Ribeiro Cruz, 22 anos, na comunidade Santa Rita, zona rural de Mutum, em maio do ano passado, foram condenados nesta sexta-feira, em julgamento pelo Tribunal do Júri da Comarca de Mutum.

Marcos Menezes da Cruz foi condenado a 38 anos e oito meses de prisão. Dionathan da Cruz Silva foi condenado a 42 anos e seis meses de reclusão.

Já Arley da Cruz Menezes e Edilson da Cruz Dias, que também foram a julgamento, foram absolvidos.


HISTÓRICO

O crime aconteceu em 07 de maio de 2016. À época, a namorada do filho do médico, Isabela Souza Monteiro Rodrigues, de 22 anos também foi baleada. Ela foi socorrida é levada para o pronto socorro de Mutum, de onde foi transferida para o Hospital César Leite, em Manhuaçu.

Relato de testemunhas dá conta que o médico Fernando da Cruz correu em direção as pastagens no fundo da residência tentando fugir, porém foi alcançado a aproximadamente 250 metros da casa onde estava. Foi executado por vários disparos de arma de fogo na região da cabeça, vindo a falecer no local.

O filho do médico, Fernando Henrique Ribeiro Cruz, também foi morto. Ele estava no carro com a namorada, que foi baleada e sobreviveu.

Portal Caparaó

Adicionar comentário

Sua mensagem será excluída se houver: 1- Termos vulgares e palavrões; 2- Ofensas; 3- Dados de terceiros


Código de segurança
Atualizar

Notícias Relacionadas

Joomla templates by a4joomla
::: Léo Gomes :::